Amei!!! Mãe é Mãe!

Postado por Cris Rajão em Sem categoria

mae

O mundo não é maternal
Martha Medeiros

É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto. Mas quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela. Mero erro de cálculo.

Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora não é nem um pouco maternal conosco.

O mundo não se importa se estamos desagasalhados e passando fome. Não liga se virarmos a noite na rua, não dá a mínima se estamos acompanhados por maus elementos. O mundo quer defender o seu, não o nosso.

O mundo quer que a gente fique horas no telefone, torrando dinheiro. Quer que a gente case logo e compre um apartamento que vai nos deixar endividados por vinte anos. O mundo quer que a gente ande na moda, que a gente troque de carro, que a gente tenha boa aparência e estoure o cartão de crédito.

Mãe também quer que a gente tenha boa aparência, mas está mais preocupada com o nosso banho, com os nossos dentes e nossos ouvidos, com a nossa limpeza interna: não quer que a gente se drogue, que a gente fume, que a gente beba.

O mundo nos olha superficialmente. Não consegue enxergar através. Não detecta nossa tristeza, nosso queixo que treme, nosso abatimento. O mundo quer que sejamos lindos, sarados e vitoriosos para enfeitar ele próprio, como se fôssemos objetos de decoração do planeta. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa.

O mundo quer nosso voto, mas não quer atender nossas necessidades. O mundo, quando não concorda com a gente, nos pune, nos rotula, nos exclui. O mundo não tem doçura, não tem paciência, não para para nos ouvir.

O mundo pergunta quantos eletrodomésticos temos em casa e qual é o nosso grau de instrução, mas não sabe nada dos nossos medos de infância, das nossas notas no colégio, de como foi duro arranjar o primeiro emprego. Para o mundo, quem menos corre, voa. Quem não se comunica se estrumbica. Quem com ferro fere, com ferro será ferido. O mundo não quer saber de indivíduos, e sim de slogans e estatísticas.

Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática, chega a ser até corruptível se oferecermos em troca alguma atenção. Sofre no lugar da gente, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo propriamente dito exige eficiência máxima, seleciona os mais bem-dotados e cobra caro pelo seu tempo.

Mãe é de graça.

Leve uma vida mais leve

Postado por Cris Rajão em Sem categoria

pluma

Conheço uma mulher linda, que tem uma vida maravilhosa e filhos fantásticos.

E sua maior qualidade é ser honesta com seus próprios sentimentos e saber colocá-los. Afinal de contas ninguém é obrigado a adivinhar o que estamos sentindo e pensando. Eu tenho muita dificuldade com isto. Ela mesma detectou que está com toc e depressão pós-parto, e já está se tratando. Mas, como conheço muito bem esta pessoa e sei que um dos fatores que colaboraram para agravar este quadro é o seu alto teor de perfeccionismo.

Após ouvir seu relato, enviei a seguinte mensagem para ela:

Amada. Permita-se errar, a ser mais criança. Ria dos erros alheios e releve. Você é linda, inteligente, privilegiada e uma obra-prima aos olhos do Pai. Descanse e Deus fará. Te amo!

Enfim, devemos viver com mais leveza, rir, brincar, sonhar, voar…

O Blog

Postado por Cris Rajão em Sem categoria

supermn

Amo escrever, escrevendo expresso meus pensamentos e sentimentos.

Comecei um blog de moda e quase nunca posto, pois quase nunca sobra tempo.

Sou uma “SUPER MULHER NORMAL” !!!

Tenho 32 anos, quase 33, sou casada a 10 anos, tenho um casal de filhos lindos (uma menina de 5 anos e um menino de 3), sou cristã (tenho atividades na igreja), sou consultora e produtora de moda (trabalho fora), faço supermercado, sacolão, levo meus filhos na escola, faço regime (preciso emagrecer 5 KG), estou sem fazer ginástica (estou de pé quebrado), tento administrar minha casa (mais tento do que consigo, não sou nenhum exemplo de dona de casa), dirijo para cima e para baixo (farmácia, pediatra, banco, compras), tenho meus dilemas, dúvidas…

Enfim…sou uma “SUPER MULHER NORMAL”!!!

Ontem, assisti a um filme e ele me inspirou a voltar a escrever um Blog. Como não queria voltar a escrever sobre moda, afinal moda é minha profissão e eu amo, mas meu objetivo era outro, então, pensei, refleti e decidi que o que eu queria era compartilhar e trocar experiências, falar de coisas do dia-a-dia, contar histórias, orar, ajudar e ser ajudada, com e por “SUPER MULHERES NORMAIS”.

Espero que eu consiga dar conta de levar este projeto adiante, e sei que só será possível com a ajuda do Senhor. E, espero que através desta ferramenta eu possa ser útil de alguma forma.

Eu quero ser esta mulher de Provérbios 31

Postado por Cris Rajão em Sem categoria

oracao1

Como não querer ser esta mulher de provérbios 31?

Conheço muitas mulheres inspiradoras, lindas, ótimas mães, donas de casa, esposas, profissionais, mas as que verdadeiramente me inspiram são as que almejam ser esta mulher de Provérbios 31.

Eu sei que ainda não sou esta mulher, na verdade sou uma SUPER MULHER NORMAL.

Digo “SUPER”, porque considero nós mulheres “SUPER MULHERES” mesmo sendo tão NORMAIS.

Mas busco isto para minha vida, quero ser esta mulher.

Sou avessa a busca pela perfeição que o mundo impoe para nós. Não sou perfeita, conheço minhas limitações e tento reconhecer meus erros, mas quero muito agradar o coração de Deus e ser linda aos olhos dele.

Meu desejo é que todas as mulheres busquem este ideal de mulher para suas vidas. Sei que não é fácil, que somos falhas, que muitas vezes estamos exaustas e loucas para chutar o balde e sumir.

Procure sabedoria do trono, peça por socorro, procure ajuda, seja humilde e deixe ser ajudada, desabafe e descanse. UFA!

Mulher de Provérbios 31

Postado por Cris Rajão em Sem categoria

prov31

“Mulher virtuosa, quem a achará?
O seu valor muito excede o de finas jóias.
O coração do seu marido confia nela,
e não haverá falta de ganho.
Ela faz bem e não mal todos os dias de sua vida.
Busca lã e linho e de bom grado trabalha com as mãos.
…Abre a mão ao aflito;
e ainda a estende ao necessitado.
…veste-se de linho e de púrpura.
…A força e a dignidade são os seus vestidos,
e, quanto ao dia de amanhã, não tem preocupações.
Fala com sabedoria,
e a instrução da bondade está na sua língua.
Atende ao bom andamento da sua casa
e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e lhe chamam de ditosa;
seu marido a louva, dizendo:
Muitas mulheres procedem virtuosamente,
mas tu a todas sobrepuja.
Enganosa é a graça, e vã, a formosura,
mas a mulher que teme ao Senhor,
essa será louvada.
Dai-lhe do fruto das suas mãos,
e de público a louvarão as suas obras”.