Você está vendo a categoriaEntrevistas

Página 1 de 6

Entrevista com uma Super Mulher Normal – Edna Barbosa de Souza

Postado por Cris Rajão em Cultura, Entrevistas

 

edna post 2

edna post1

Não conheço Edna Barbosa de Souza pessoalmente, mas estou sonhando em sentar para bater um papo e tomar um café com ela. Por que  temos que correr tanto??? Quem sabe após seu retorno de Genebra.

Meu desejo em conhecê-la não é somente por termos afinidades (o mundo literário), ou por eu também querer um dia escrever um livro infantil, mas sim por perceber  pelas nossas conversas que Edna é uma Super Mulher Normal que tem muito o que acrescentar.

Conheça um pouco do trabalho desta Super Competente Mulher Normal… E, claro!!! Corra até a livraria mais próxima e adquira seus livros para os rebentos ou para presentear.

Nome: Edna Barbosa de Souza

Profissão: Pedagoga, Analista Pedagógico no Coleguium, Educadora e Escritora

Idade: 47

Como era a Edna criança?

A Edna criança era sapeca e agitada, uma menina que amava ouvir histórias e contá-las aos coleguinhas. Na escola regular eram poucas as contações de história pela professora. Chego a me lembrar da Professora contando a História da Galinha Ruiva. Então, o momento mais precioso pra mim era o da escola dominical, quando  eu ouvia as professoras contando histórias.Isso aumentava minha expectativa de aprender a ler e a ter mais contato com livros. Lembro-me que com dez anos eu ganhei, da minha vizinha, um livro de poemas do Autor Gióia Junior. Esse livro tinha a capa dura e eu fiquei apaixonada por ele, pois era um presente de inestimável valor. Então meu desejo era ter livros…

Em que momento você decidiu que queria escrever livros infantis?

Eu contava e lia histórias para minhas filhas e via o resultado na vida delas, e o quanto elas se envolviam nas histórias. Isso fez com eu virasse um referencial de leitura pra elas, e incentivou e influenciou no processo de aquisição da leitura na vida delas. Quando eu comecei a trabalhar na UMEI (Unidade Municipal de Ensino Infantil) contava e lia as mesmas histórias para as crianças e presenciava o mesmo processo na vida delas. A partir daí comecei a publicar minhas histórias infantis.

Fale um pouco de suas obras…

Escrevi três livros: ‘

“Birosca quer fugir de casa”, o peixinho sapeca que mora no parque municipal – Hoje ele é mascote da lagoa do Quiosque – que decide fugir daquela linda lagoa por causa dos presentes que ganha dos milhares visitantes que passam por lá, mas é pego pela vizinha e amiga da mãe, D. Carpa;

“Calango Tango”: o calango que perdeu o rabo, um Calango vaidoso que amava seu rabo e se achava o mas veloz de todas as espécies da rua em que morava, até perder um pedaço de seu rabo no trânsito. Transtornado resolve juntar dinheiro para fazer uma cirurgia plástica e recolocar o rabo no lugar;

e o “Rato Zé”: o rato que queria morar na escola (lançamento no Salão Internacional do livro de Genebra). O ratinho que se espelhava em sua avó, descobre o segredo da inteligência e sabedoria dela. Então, parte em busca da sabedoria, até descobrir que houve um erro de interpretação.

Qual o papel da literatura na vida de uma criança?

Dentre tantos, essa ferramenta agradável, o livro infantil, dá acesso ao mundo da cultura e facilita o processo de aprendizagem e aquisição da leitura e da escrita.

Como pais podem incentivar os pequenos a serem amantes dos livros?

Os pais podem incentivar os pequenos, contando histórias desde a primeira infância ou desde a gestação… Além disso, lendo, sendo o referencial de leitura dos filhos. Quando a criança vê os pais praticando a leitura, aguça-lhes o interesse em decifrar aquilo que esta sendo mostrado nos livros. Acredito também, que contar as próprias histórias de vida é um fator importante. Mesmo que seja um exemplo negativo, pois vem com a lição de que “se tivesse a oportunidade de voltar naquele tempo…”

Quais seus próximos projetos?

O meu próximo projeto será criar um CD com a história “A formiguinha Ninha e o Tamanduá Bandeira”.  Nele eu contarei a história e as crianças do Projeto Social Recriarc cantarão as músicas que fazem parte do repertório.

O que aguça sua imaginação?

Minha imaginação é aguçada na convivência com a criança, seu universo. Quando presencio a expectativa de cada uma delas ao ouvir as histórias e quando vejo como elas vivenciam novas situações e novos personagens a partir da história contada.

Qual sua expectativa em relação feira literária de Genebra?

A minha maior expectativa é em relação a minha carreira literária, não somente entrar no universo literário internacional, pois não é tão fácil e nem o mais importante, mas também de ampliar esse espaço literário brasileiro, além de poder ter uma valorização maior. Com relação a vendas, é tudo muito novo e dizem pra eu não gerar muita expectativa, mas eu acredito que Deus nos surpreende a cada dia.

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Ana Kawakami

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

aninha

Aninha é uma Super Mulher Normal que vive uma rotina Super Intensa… ao conhecê-la me perguntei: Como  ela dá conta disso tudo??? E ainda… cuida do “corpicho”, da alimentação, tem vida social e dorme pouco… Isso tudo com bom humor e um sorrisão estampando seu rosto…

Cheguei a conclusão que Ana Kawakami  carrega em seu sangue descendente de Japonês muita disciplina e determinação.

Nossa afinidade foi imediata, ela me conquistou com sua simpatia e doçura em minutos.

Enfim… Vale à pena conhecer um pouco desta Super Mulher Normal…

Nome: Ana Kawakami

Idade: 33

Profissão: Arquiteta, Design de Interiorers e Estudante de Engenharia

Qual a importância da arquitetura de interiores para as pessoas físicas? Como elas podem ser beneficiadas ao implementa-la em suas casas?

É grande a importância da arquitetura de interiores em qualquer ambiente, sendo ele de trabalho ou em sua própria casa.

A arquitetura de interiores além de auxiliar na funcionalidade de acordo com as necessidades de cada um, trás também um elemento muito sutil… a sensação de bem estar, aconchego e um gostinho de quero mais!!!

Iluminação, revestimentos de parede, tapetes, cortinas, obras de arte e os móveis ideais, são alguns dos elementos que transformam todo um ambiente.

Quando se trata de arquitetura e decoração, é possível fazer algo bonito e barato?

É sempre possível fazer algo bonito e barato, entretanto devemos sempre lembrar do ditado popular “o barato as vezes sai caro”, algumas vezes ao fazer uma opção por um elemento mais barato ele pode ter uma durabilidade muito baixa ou até mesmo causar um transtorno maior posteriormente, portanto não devemos nunca esquecer de ponderar.

Qual a melhor forma de reutilizar móveis e objetos de valor emocional?

Móveis e objetos com valor emocional são sempre muito bem vindos, pois trazem uma história e uma recordação que queremos ter por perto. Alguns podem ser apenas restaurados e outros podem ser inseridos em contextos atuais recebendo acabamentos contemporâneos.

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Karen Gonçalves

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

karen5

Conheci a Karen nos bastidores do Programa Acesso Livre na Rede Super.

Ela estava lá cumprindo primorosamente e cheia de simpatia o seu ofício!!!

Conversa vai… Conversa vem… Fechamos uma parceria…

Precisou de uns Clicks??? Entre em contato com a Karen!!!

Conheça um pouco da Fotógrafa Karen Gonçalves…

Nome: Karen Gonçalves Serra

Idade: 28 anos

Profissão: Fotografa e Designer

O que mais te fascina na fotografia?

O mais fascinante é a que fotografia registra sonhos, é uma lembrança… fragmentos de realidade e fantasia que jamais se repetirão.

É o que fica do passado além dos sentimentos e das lembranças do momento vivido.

São momentos eternizados que pretendemos levar conosco por toda eternidade, através destas imagens contamos nossa história para nossas futuras gerações.

Um sorriso, uma lágrima, um dia ou um ato especial são transformados em imagens, ou seja, a fotografia tem o dom de nos fazer reviver momentos únicos de extrema emoção.

Quando as pessoas pensam em fotografar, o que elas querem eternizar?

Eu fotografo pessoas em seus vários momentos, são registros de emoções, sonhos, fisionomias, sensualidade, amor, alegria, curtição, ou seja, os sentimentos daquele instante se eternizam e quando revistos trazem de volta deliciosas lembranças.

Como e quando descobriu que era isto que queria para sua vida?

Sensível e sonhadora, sempre me identifiquei com a fotografia.

Desde criança me encantava com a magia de congelar o tempo e os bons momentos através de uma imagem.

Com o passar do tempo o destino me trouxe a Belo Horizonte, acabei trabalhando em uma loja de noivas, e ali pude estar mais próxima da fotografia.

Foi então que percebi a nobreza de retratar… Sempre ligado a alegria, descontração, felicidade, amor e sonhos!!!

Com isso decidi me formar em algo que estivesse ligado a fotografia, na época ainda estávamos na era analógica, tive a oportunidade de aprender muito na prática.

Em 2009, me formei em comunicação social na UNIBH, minha monografia abordava a fotografia de casamento.

Durante esses anos trabalhei em vários estúdios fotográficos, o que me proporcionou experiência e amadurecimento, e onde tive a chance de conhecer novas áreas.

Apaixonei-me por segmentos como: Crianças, 15 anos, Gestantes, Aniversários… Books e Eventos em geral.

Transformei minha paixão em trabalho, e assim pretendo viver eternamente… registrando sentimentos, sorrisos, momentos e fisionomias…

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Mariela Assunção

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

mari1

Mari é uma Super Mulher Normal… Super Mãe… Super Workaholic… SUPER CONECTADA… Super Alto Astral… daquelas que dá sempre vontade de ter por perto!!!

Conheça um pouco desta SUPER Mulher!!!

Nome: Mariela Assunção de Almeida Costa

Idade:  36 anos

Profissão: Consultora de Marketing Digital

Como a Mídia Digital surgiu em sua vida?

Sempre estive voltada para geração de negócios, adoro apresentar pessoas e viabilizar oportunidades.

Esta aptidão foi de encontro à fascinação do mundo da internet.

Especializei-me em Marketing Digital no Canadá.

Na volta associei-me à Pat Viana que é gerente de projetos e uma  Super Mulher Normal.

Quem são seus clientes?

Empresas, indústrias e profissionais de diferentes tamanhos, que se preocupam com o gerenciamento de sua marca.

Empreendedores que precisam interagir de uma forma mais dinâmica com seus clientes, e principalmente, que precisam gerar novas oportunidades de negócios.

Quais os benefícios que uma mídia digital bem gerenciada traz para as empresas?

O mundo está digitalizado, isto é fato!!!

Isto ocorre por uma necessidade de otimização de tempo, de recursos e até mesmo de energia.

Nosso objetivo é gerar negócios através das buscas.

Ter sua empresa mais acessível significa conseguir gerir melhor a marca, interagir de forma mais eficaz com os clientes e fornecedores, ou seja, comunicar ao mundo quem”você” é.

Se eu te perguntar algo que você ainda não conhece, onde será sua primeira fonte de pesquisa… Internet, certo???

Mesmo quando recebem recomendação de um amigo (a), as pessoas acabam buscando maiores informações na internet…

Se a presença online não é compatível com a expectativa…. BABAUUUU!!!

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Grazi Teixeira

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

grazi p

Ainda não tive a oportunidade de conhecer a Grazi pessoalmente…

Mas, nosso contato por telefone, foi super promissor…

Fundadora da Empodera, uma rede de mulheres que tem como objetivo promover o crescimento e a profissionalização do empreendedorismo feminino, Grazi é daquelas mulheres sonhadoras que poem a “mão na massa” para transformar seus sonhos em realidade.

A NeuroCoach, sediada em Ribeirão Preto vai expandir seus “horizontes”… Alguém dúvida???

Nome:Graziela Teixeira
Idade:35 anos
Profissão: NeuroCoach e Consultora de negócios e Gestão de Pessoas

Qual o trabalho do Coach?

“O Coach é um profissional formado, capacitado e treinado para atuar como um facilitador de mudanças positivas, potencializando a performance do indivíduo, e o ajudando a alcançar resultados novos e desafiadores tanto na vida pessoal, quanto profissional.

No processo de coaching, o Coach ajuda o Coachee a focar sempre nas soluções e transformar essas soluções em ideias práticas, através de um programa estruturado de estratégias e ações.

O objetivo é levar o individuo de um ponto A até um ponto B, de maneira que ele alcance os resultados desejados.

Além de uma jornada prática de ações onde o Coachee vai aprender a trabalhar com foco, se comunicar com eficácia, estabelecer metas e cumpri-las, há também a jornada emocional que o leva a perceber o universo valioso que existe dentro dele, aprendendo a lidar com as emoções de forma construtiva e positiva.”

No caso do NeuroCoach (que é a minha formação), trabalhamos de acordo com o funcionamento do cérebro, que tem como base o aperfeiçoamento do pensamento e o desenvolvimento de novos e melhores hábitos, fazendo com que o indivíduo encontre as soluções ideais para ele, e tenha uma jornada de experiências transformadoras.

O Coaching pode ser aplicado em qualquer área da vida, não há restrições.

E hoje é uma das ferramentas mais eficazes para quem quer alcançar resultados diferentes e inspiradores.

Coach: o profissional

Coachee: o indivíduo que busca este trabalho.

Coaching: o processo

Quem procura este tipo de serviço?

Desde adolescentes (o recomendado é acima de 15 anos) até pessoas mais maduras, acima de 60 anos.

Há uma demanda bastante significativa nos perfis:

– Profissionais que querem mudar de ramo, ou avançar na carreira e não sabem o quê, nem como fazer;

– Executivos que querem melhorar sua performance, e ou de sua equipe;

– Executivos com metas desafiadoras, que querem apoio para realizá-las;

– Pessoas físicas que querem resolver problemas pessoais como: finanças e relacionamento;

– Empreendedores que querem começar um negócio ou já começaram, mas se sentem inseguros de seguir a jornada sozinhos.
Qual a principal atitude que uma mulher que esta querendo se reposicionar no mercado deve tomar?

Primeiro ela deve buscar se auto-conhecer.

Descobrir de fato quais são suas paixões, suas habilidades, áreas de interesse.

Para isso, hoje em dia existem muitas ferramentas que auxiliam nessa descoberta de identidade.

Em seguida, buscar se auto-desenvolver na área que descobriu ou afirmou ser a que mais lhe interessa, através de cursos, palestras, treinamentos.

E também se atualizar através de muita pesquisa sobre as tendências e exigências do mercado atual.

Um outro ponto extremamente importante é buscar maneiras de construir ou ampliar sua rede de networking, pois a maioria das oportunidades surgem através de contatos interessantes.

O ideal é que ela participe de um evento que proporcione essas oportunidades pelo menos a cada quinze dias.

Como surgiu a Empodera?

A Empodera surgiu através de um desejo de ajudar e promover o crescimento e a profissionalização do empreendedorismo feminino.

Percebemos o quanto esse universo está crescendo e ao mesmo tempo ainda com muitas dificuldades de alcançar resultados sólidos, devido a falta de profissionalismo por parte da maioria das gestoras, visto que muitas começam de forma intuitiva e não buscam se desenvolver nas práticas de gestão.

A ideia é basicamente promover eventos, treinamentos, cursos, que proporcionem conhecimento de gestão em todos os sentidos, desde a auto-gestão, até a gestão do negócio em si. E também encorajar uma cultura de networking de negócios, já que essa prática ainda não é tão comum entre as mulheres. Nós gostamos de estar em grupo, mas raramente falamos de negócios.

A Empodera não é somente para quem já empreende oficialmente, mas para quem quer empreender, e até não sabe ainda o que fazer.

A essência é ser uma plataforma de muita criatividade e inspiração, ajudando a ampliar os horizontes do empreendedorismo, pois acreditamos que empreender é criar e desenvolver projetos que contenham paixão e soluções que podem melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Para conhecer mais sobre a Empodera, entre no site:

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Negra Mary

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

negra mary p

Negra Mary foi uma das boas surpresas que tive no dia que fui gravar o Programa em comemoração ao dia da Mulher no Acesso Livre . Rede Super.

Dona de um Super vozerão, e Super estilosa, Negra Mary deu um show à parte!!!

Nome Mary Silveira

Idade: 31 anos

Profissão: Cantora, Publicitária, Marketeira e Produtora de Eventos

Quando a música surgiu na sua vida?

A música surgiu na minha vida desde muito nova, ainda criança com meus 3 anos, lembro do meu pai ouvindo Rey Charles, Elvis Presley, Steve Wonder e muitos outros.

Qual seu estilo musical?

Tenho um estilo bem voltado ao Black Pop, unindo o atual com as raízes do Soul Music.

Quem são os artistas que te inspiram?

Muitos são os artistas que eu gosto, porém existem aqueles que com sua arte, estilo, e personalidade me encantam e tiram o fôlego como: Michael Jackson, Rachel Ferrel, Byoncé, Rey Charles, Nora Jones, Jom Gon, Withney Houston…

O que você pretende passar com a sua arte?

Sempre digo que a minha arte me permite dizer em forma de canções aquilo que as palavras não conseguem expressar.

É isso que eu quero, permitir que outros possam sentir livres de pré-conceitos, livres de suas dores, livres do medo, livres para serem pessoas melhores todos os dias, e quando não houver palavras que possam cantar e cantar.

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Ana Rute Bloch

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

ana rute post

Já citei aqui algumas outras Super Mulheres Normais que tive a imensa alegria de conhecer na participação do Programa Acesso Livre . Rede Super.

Ana Rute foi uma delas…

Doce, Meiga, Inteligente, Super Profissional,  Linda e Vaidosa, Ana é uma Mulher encantadora!!!

Convidei a Pediatra para colaborar com o Super Mulheres Normais respondendo perguntas de Super Mães interessadas, portanto, se quiser tirar alguma dúvida, você pode enviar suas perguntas para nós…

Nome: Ana Rute Carrero Bloch

Idade: 32 anos

Profissão: Médica Pediatra e Infectologista Pediátrica

Quando você teve certeza que eram as crianças o seu foco
profissional?

Entrei na faculdade de medicina aos 17 anos, pensando em fazer Pediatria.

Durante a faculdade, gostei de várias áreas, mas as crianças continuaram sendo minha paixão.

Na Pediatria, sou uma Clínica Geral, com as características peculiares das crianças.

Muitas vezes elas não falam o que têm ou expressam de modo confuso o que sentem (como dor, por exemplo), com isto o processo de investigação chega a ser árduo. Isto torna minha profissão ainda mais atraente.

Além disso, acredito que cuidar de crianças é investir num tesouro. É ajudar a formar cidadãos, é demonstrar um  POUCO DO AMOR DE DEUS!!!

Quais as principais dificuldades que você vê diariamente dentro dos hospitais?

Pediatra hoje é um profissional em falta no mercado. Muitas vezes os Pronto Atendimentos não têm Pediatra ou contam com uma equipe reduzida, incapaz de absorver com qualidade a demanda. Isso é muito ruim para o paciente e sua família, mas também é ruim para nós profissionais, que trabalhamos sob pressão.

Outra dificuldade é com relação a encaminhamentos, exames especializados e reabilitação, ainda mais no contexto SUS, onde trabalho. As filas são grandes, os recursos escassos e o incentivo Governamental é pequeno (ou inexistente).

Quais as principais perguntas das mães de primeira viagem?

Depende da faixa etária da criança…

Nos primeiros dias de vida, a amamentação e estabelecimento de rotinas é sempre um desafio (sugiro a leitura do livro “NANA NENÊ” aos pais de primeira viagem…)

Passada essa fase, a introdução de diferentes alimentos traz insegurança, é papel do Pediatra transmitir confiança e facilitar o processo.

As mães também gostam de saber as fases do desenvolvimento, principalmente quanto à dentição, engatinhar, andar e falar.

Quando as crianças entram na escola, os pais desesperam com as primeiras infecções (gripes, resfriados, otites) e surge a pergunta:  “A imunidade do meu filho é baixa?”, de modo geral, a resposta é:  “NÃO”!!! Seu filho é uma criança normal que, na  escola, está exposto a vírus e bactérias para os quais ainda não desenvolveu defesa. Faz parte do desenvolvimento!!!

Cada fase da criança e do adolescente traz consigo desafios e aprendizado aos pais. É muito bom poder participar desse processo, como Pediatra!!!

Até que ponto o emocional dos pais afeta as crianças?

O emocional dos pais afeta em tudo a vida dos filhos.

A ansiedade das mães reflete nos recém nascidos em forma de cólicas… Pais nervosos, que brigam muito, verão o reflexo disso na relação entre os filhos…. Pais cuidadosos, amorosos, têm filhos também com maior afetividade, de modo geral.

Insegurança, medo, ansiedade, são características que as crianças reproduzem dos pais, com muita frequência.

Da mesma forma, crianças que crescem em meio a ambientes seguros, saudáveis, com estímulos culturais e artísticos, são mais seguras, criativas, inteligentes e afetuosas.

O livro de PROVÉRBIOS DE SALOMÃO (NA BÍBLIA) ilustra bem como educar filhos, e é fundamental para o sucesso dos pais.

 

Entrevista com uma Super Mulher Normal . Veroka Silva

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

veroca

Tive o imenso prazer de conhecer Veroka Silva no dia em que fui gravar uma participação no Programa Acesso Livre da Rede Super.

Logo que cheguei, dei de cara com esta Linda Super Mulher Normal, ultra extrovertida, autentica e simpatissíssima!!!

Especializada em realizar sonhos de Super Mulheres Normais através da Consultoria de Casamentos,Veroka ainda é responsável por aconselhá-los, já que está à frente do ministério Casados para Sempre.

Há 3 anos, Veroka dá assessorias para empresas do segmento de casamentos, tais como dia de noiva, buffet, vestidos, cerimoniais…

Vale à Pena conhecer um pouco desta Super Mulher…

Nome: Veroka silva

Idade:  48 anos

Profissão: Consultora de noivas, Blogueira e Responsável pelo Ministério CASADOS PARA SEMPRE DA IBL há 14 anos

Você trabalha com noivos e casamentos o tempo todo, tanto na área profissional quanto em seu ministério. Quais são os maiores desafios que você enfrenta ao lhe dar com estas pessoas que estão com uma ansiedade à flor da pele?

O maior desafio é fazê-las entender que nada é novo para mim, que minha experiência no assunto deve ser levada em conta. Porém,  preciso  deixá-las voarem e viajarem, sem frustrar seus sonhos e anseios.

É necessário enxergar que cada casamento é único e exclusivo, mas sempre lembrando de manter os “pés no chão”.

Preciso me equilibrar entre ser muito prática, realista e lúdica.

Quais são os benefícios de uma consultoria nesta área?

Economia de tempo e custos. Como assessora, já tenho experiência, sei e conheço as possíveis falhas e os erros mais comuns, além disso, adéquo o orçamento de acordo com as condições financeiras  dos noivos.

Para as Super Mulheres Normais que estão passando por luta nesta área qual conselho você daria?

Planejamento!!!

Contrate um BOM cerimonial, não economize nesta aérea…

Invista no seu SONHO!!!

Envolva seu noivo e se possível peça ajuda a seus pais…

 

Programa Acesso Livre . Especial DIA da MULHER

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

acesso livre post prog

Fui convidada pela querida Carol Malta para participar do Programa Acesso Livre – Especial DIA da MULHER… E aí fui eu!!!

Confesso que saí de lá encantada com o nível intelectual, caráter  e sabedoria das Super Mulheres Normais convidadas…

Como na minha casa o Canal 23 não pega, só pude assistir ontem no site da Rede Super.

E, para quem não conferiu…

Segue LINK:  http://redesuper.com.br/acessolivre/vida-de-mulher-e/

 

Super Mulheres Normais no Programa Revista BHNews

Postado por Cris Rajão em Entrevistas

smn

Com minha Princesa Mini Chef do meu lado fica tudo mais gostoso!!!

http://youtu.be/5chNXl-11W4