Você está vendo a categoriaCultura

Página 2 de 13

Trilha Sonora

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

leozinho

Sabe qual a trilha sonora que tem “feito nossa cabeça”???

A música que não sai da boca dos meus filhotes… E ainda tem nos abençoada ricamente???

São as sete músicas do CD Pé na Área do nosso querido amigo Leonardo Avelar, ou Leozinho para os íntimos.

E, como não quero ser abençoada sozinha, irei sortear um CD aqui no Blog…

Para participar do sorteio, basta enviar um comentário!!!

O sorteio será o dia 10/04/14… Boa Sorte!!!

 

Dica de Livro

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

luisa post

Puxei da minha Mãe esta loucura que tenho por livros…

Semana passada ela acabou  de ler um dos livros que eu havia indicado, e eu não tinha nada em mãos para emprestar…

Acabei comprando este com esta finalidade e ela logo começou a devorar… e está amando!!!

Sinopse:

“Luiza Brunet sempre foi ícone de beleza. Desde que surgiu nas capas de revistas nos anos 80, tornou-se símbolo da mulher made in Brazil, com traços, jeito e pele de quem nasceu no Pantanal, em contato com a natureza, pés no chão, índia, brasileira.Nos primeiros anos, era o símbolo sexual, a mulher ousada que não se furtava a posar sem roupa no estúdio, na praia ou em plena Times Square. O tempo passou e Luiza é protagonista de uma travessia que poucas são capazes de empreender. De objeto de desejo, converteu-se em objeto de admiração para homens e mulheres. Hoje é um ícone de elegância e de independência – modelo, mãe e empresária de sucesso. No depoimento à jornalista Laura Malin, ela narra, com destemor, as dificuldades enfrentadas em sua infância no Mato Grosso e o início de vida no Rio de Janeiro. É uma Luiza revelada por inteiro, corpo e alma – um símbolo de beleza que, a partir de agora, se afirma em definitivo também como símbolo de superação, integridade e coragem.”

Fonte: www.livraria.folha.com.br

 

Dica de Livro

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

A Vida em Tons de Cinza post

Conversando outro dia com a minha querida amiga e professora de dança contemporânea Jussara Bertolucci, chegamos no assunto “livros”.

De acordo com a Jú, um dos livros mais interessantes que ela já leu, é o “Vida em tons de Cinza”, que por sinal, nada tem haver com os “Cinquenta Tons de Cinza”.

Já estou louca para adquirir!!!

“Lina Vilkas é uma lituana de 15 anos cheia de sonhos.
Dotada de um incrível talento artístico, ela se prepara para estudar artes na
capital. No entanto, a noite de 14 de junho de 1941 muda para sempre seus
planos. Por toda a região do Báltico, a polícia secreta soviética está
invadindo casas e deportando pessoas. Junto com a mãe e o irmão de 10 anos,
Lina é jogada num trem, em condições desumanas, e levada para um gulag, na Sibéria.
Lá, os deportados sofrem maus-tratos e trabalham arduamente para garantir uma
ração ínfima de pão. Nada mais lhes resta, exceto o apoio mútuo e a esperança.
E é isso que faz com que Lina insista em sua arte, usando seus desenhos para
enviar mensagens codificadas ao pai, preso pelos soviéticos. A vida em tons de
cinza conta a história de um povo que perdeu tudo, menos a dignidade, a
esperança e o amor.”

Sinopse: www.livrariasaraiva.com.br

 

Sessão Pipoca!!!

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

post o livro de eli

Uma das melhores opções para relaxar no Fim de Semana ao meu ver, é uma Sessão Pipoca…

Semana passada assisti este filme que me impactou profundamente…

É hora de refletirmos e começarmos a dar valor ao que realmente importa, e agradecermos sem parar por  tudo o que temos…

Vale à Pena assistir!!!

 

Momento Reflexão

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

livro virt

Não tenho paciência de ficar esperando em fila, nem em consultórios sem ter o que fazer.

Então acabo carregando um livro na bolsa…

Como minha bolsa vive abarrotada, opto por um que tenha um tamanho reduzido.

Comprei este justamente por isto!!!

Acabei me apaixonando por alguns textos que valem uma reflexão…

A Simpatia Pela Dor Alheia

“Podemos esquecer aqueles com quem rimos, mas jamais esqueceremos aqueles com quem choramos.”

“Quando eu era muito jovem, minha mãe me perguntou qual era a parte mais importante do corpo. Eu achava que o som era muito importante para nós, seres humanos, então eu disse:

“Minhas orelhas, mãe.”

Ela disse:

“Não. Muitas pessoas são surdas. Mas continue pensando sobre o assunto. Em outra oportunidade eu volto a lhe perguntar.”

Algum tempo passou até que minha mãe me perguntou outra vez. Desde que fiz minha primeira tentativa, eu imaginava ter encontrado a resposta. Assim, desta vez eu lhe disse:

“Mãe, a visão é muito importante para todos, então devem ser nossos olhos.”

Ela me olhou e disse:

“Você está aprendendo rápido, mas a resposta ainda não está correta porque há muitas pessoas que são cegas.” Dei mancada outra vez. Continuei minha busca por conhecimento ao longo do tempo e minha mãe me perguntou várias vezes e sempre sua resposta era:

“Não. Mas você está ficando mais esperta a cada ano.”

Então, um dia, meu avô morreu. Todos estavam tristes. Todos choravam. Até mesmo meu pai chorou. Eu me recordo bem porque tinha sido apenas a segunda vez que eu o via chorar. Minha mãe olhou para mim quando fui dar meu adeus final ao vovô. Ela me perguntou:

“Você já sabe qual a parte do corpo mais importante?” Eu fiquei meio chocada por ela me fazer aquela  pergunta naquele momento. Eu sempre achei que era apenas um jogo entre ela e mim. Observando que eu estava confusa ela me disse:

“Esta pergunta é muito importante. Mostra como você viveu realmente a sua vida. Para cada parte do corpo que você citou no passado, eu lhe disse que estava errada  e eu lhe dei um exemplo que justificava. Mas hoje é o dia que você necessita aprender esta importante lição.”

Ela me olhou de um jeito que somente uma mãe pode fazer. Eu vi lágrimas em seus olhos. Ela disse:

“Minha querida, a parte do corpo mais importante é seu ombro.”

Eu perguntei:

“Porque eles sustentam minha cabeça?”

Ela respondeu:

“Não, é porque pode apoiar a cabeça de um amigo ou de alguém amado quando eles choram. Todos precisam de um ombro para chorar em algum momento de sua vida. Eu espero que você tenha sempre um ombro para chorar quando precisar.”

Então eu descobri que a parte do corpo mais importante não é egoísta.

É ser “simpático” à dor dos outros.

 

Sessão PIPOCA

Postado por Cris Rajão em Cultura

o mordomo1

Final de Semana chegando…

Nada melhor do que agendar uma Sessão PIPOCA!!!

Este filme é um excelente drama inspirado por uma história…

Vale à Pena!!!

“O jovem Eugene Allen vê seu pai ser morto sem piedade por Thomas Westfall (Alex Pettyfer), após estuprar a mãe do garoto.

Percebendo o desespero do jovem e a gravidade do ato do filho, Annabeth Westfall (Vanessa Redgrave) decide transformá-lo em um criado de casa, ensinando-lhe boas maneiras e como servir os convidados.

Eugene (Forest Whitaker) cresce e passa a trabalhar em um hotel ao deixar a fazenda onde cresceu.

Sua vida dá uma grande guinada quando tem a oportunidade de trabalhar na Casa Branca, servindo o presidente do país, políticos e convidados que vão ao local.

Entretanto, as exigências do trabalho causam problemas com Gloria (Oprah Winfrey), a esposa de Eugene, e também com seu filho Louis (David Oyelowo), que não aceita a passividade do pai diante dos maus tratos recebidos pelos negros nos Estados Unidos”.

 

Cineminha em Casa!!!

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

filme os peq

As FÉRIAS ainda não acabaram… por isto, ainda temos que inventar programações e mais programações para entreter a criançada…

Ontem fizemos uma sessão de Cineminha em Casa e o filme escolhido foi “Os Pequeninos”.

O filme é Super divertido e dá para toda FAMÍLIA se divertir junta…

Preparem a PIPOCA… e DIVIRTAM-SE!!!

Sinopse (Telecine Globo):

“Os pequeninos são criaturas de 10 cm de altura que vivem em baixo do assoalho das casas, pegando emprestados objetos esquecidos por humanos. Apesar de não poderem ser vistos, Arietty, a filha de uma família de pequeninos, fica amiga de James, morador da casa, e ambos se metem em uma grande confusão”.

 

It Bag do Verão…

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas, Moda

wayúu

wayúu-bol

Que Prada que nada…

A It Bag do verão é de crochê Super Colorida!!!

Fabricada na Colômbia, por Super Mulheres Normais da comunidade indígena de Wayuu,  as It Bags  são chamadas de Susu.

O mais interessante é que elas são exclusivíssimas, já que as peças são HAND MADE e nenhuma sai igual à outra…

A obra de arte demora cerca de 20 dias para ficarem prontas.

Já encomendei a minha para uma amiga que se encontra por lá!!!

 

Livro novo na Cabeceira

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

cidades de papel 1

Li o “A Culpa é das Estrelas” durante as férias e AMEI…

Por isto, resolvi investir em mais um Best Seller de John Green…

O “Cidades de Papel” é o meu queridinho do momento!!!

“Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia”.

Sinopse: Livraria Saraiva

 

Dica de Literatura Infantil

Postado por Cris Rajão em Cultura, Dicas

feiurinha1

Uma ótima opção para entreter as crianças nas férias, é criar um momento do livro…

O que anda fazendo a cabeça dos meus “filhotes” no momento é “O Fantástico Mistério de Feiurinha”.

“Neste livro Branca de Neve, já grávida do seu sétimo filho, reuniu outras
princesas para encontrar a princesa Feiurinha. Acabaram por descobrir que sua
história não tinha sido escrita ainda – só transmitida oralmente. A história de
Feiurinha foi então escrita e todos viveram felizes para sempre”.

Sinopse: Livraria Saraiva